Mostrar mensagens com a etiqueta maioria absoluta. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta maioria absoluta. Mostrar todas as mensagens

25 de novembro de 2010

Onde é que eu já vi este filme?


Como seria de esperar, o eleitorado português, que flutua entre o PS e o PSD vai dar o voto ao maior partido da oposição, permitindo que ele governe com tranquilidade para, de uma vez por todas, colocar Portugal na rota do desenvolvimento. É certo que é necessário mudar, mas mudar é isso mesmo, é tirar de lá aqueles que não souberam conduzir com seriedade os destinos do país e impedir que para lá voltem, aqueles que também contribuíram para agravar o estado a que as coisas chegaram, essa sim,seria uma verdadeira mudança. Agora, quererem penalizar a política seguida pelo PS de Sócrates, votando no PSD de Passos Coelho, é a mesma coisa que votar nas políticas que nos governaram desde o 25 de Abril de 1974 e que colocaram Portugal no estado em que se encontra, independentemente de poderem achar que o líder do PSD é um rapaz novo, cheio de energia e sensatez, capaz de colocar definitivamente o nosso país nos eixos. Esquecem-se, porém, que Sócrates também era isso tudo e muito mais, só que os tentáculos do partido que o apoiou, os barões e os que, sedentos de poder, é que não permitiram que ele continuasse a ser o salvador que todos desejaram, e idealizaram que ele fosse. Portanto, não esperem que as coisas sejam diferentes se o PSD ganhar com maioria absoluta, tão simplesmente porque os eleitos que para lá forem, já por lá passaram e vão continuar a garantir que os que lá estiveram para lá voltem, tal como eles.