23 de janeiro de 2012

Vermelho Sangue


Enquanto que por cá, o Estado "esfrega" as mãos de contente por ter vendido aos chineses a sua participação na EDP e se preparar para vender a que tem na REN, na China os direitos humanos continuam a ser trucidados, sem que isso seja motivo para que, ao menos, se expresse uma ponta de indignação pelo constante desrespeito para com as minorias étnicas, designadamente os tibetanos, por sinal bem mais pacíficos do que seria desejável.
Convém não esquecer aqueles que, por cá, se dizem defensores dos mais necessitados e dos mais desprotegidos contra a prepotência do Estado, se esquecem de condenar as atrocidades que com frequência se vão cometendo nos países onde ainda vigoram os regimes que eles tanto adoram e com os quais, sentados nas poltronas do parlamento, tanto se identificam.

Sem comentários: